VIAGEM PARA BUENOS AIRES

Muitos brasileiros, quando procuram fazer a primeira viagem internacional, decidem ir para a Argentina, mais precisamente para a charmosa cidade de Buenos Aires. Pensando nisso, deixo abaixo algumas dicas que poderão ser bastante úteis.

Em Buenos Aires a corrente elétrica é de 220 volts e recomenda-se viajar com um adaptador.

Não é preciso passaporte para entrada de brasileiros na Argentina, basta viajar com o RG original, desde que a foto não seja muito antiga.

No portal da cidade são publicadas atividades culturais antecipadamente na Agenda Bue ou peça informações em um dos inúmeros postos da Secretaria de Turismo, como o da Av. Santa Fé, 833, 312-2232.

Como toda grande metrópole, você tem que tomar alguns cuidados como não andar à noite por ruas pouco iluminadas, não deixar bolsas penduradas em cadeiras quando for almoçar, jantar … em lugares públicos.

Um estrangeiro pode dirigir em Buenos Aires com a carteira de habilitação do seu país em dia, desde que tenha 21 anos ou mais, cartão de crédito e carteira internacional de habilitação para países não limítrofes.

O código de país para Argentina é 54, e o código de área de Buenos Aires, 11. Por exemplo, para ligar ao 2523 2323 do exterior do país, tem que ligar assim: (5411) 2523 2323.

Os táxis são abundantes e custam pouco, o metrô também apresenta-se como uma boa opção, porém, em deslocamentos curtos o mais recomendado mesmo mesmo é caminhar para curtir a cidade. Obviamente, em dias ensolarados, recomenda-se usar protetor solar, senão, depois terá que usar up skin creme facial ou mesmo o comprar o creme ageless para recuperar a pele.

Na Corrientes com Pueyrredón há lojas de fábrica com boas ofertas.

Viajar com pacote turístico sai naturalmente mais barato, pois com a passagem e hotéis já pagos o que você vai levar será somente para compras e alimentação, leve US$ 500 por pessoa para uma semana na capital argentina.  Mas se for sem pacote de turismo é melhor levar o dobro.

Para conseguir mapas, guias e também dicas de hospedagem e passeios, procure um dos dois escritórios de informações turísticas: na Calle Santa Fe, 883, e no Centro Cultural San Martín (Calle Sarmiento, 1551, 5º andar). Além deles, também há 2 quiosques, que geralmente estão abertos 24 horas, na Calle Florida.

Evite pegar táxi no aeroporto de Eseiza, pois além de custar caro, muitas vezes, os motoristas tentam levar vantagem no troco. Pegue um dos confortáveis ônibus da empresa Manuel Tienda Leão, que saem do aeroporto a cada meia hora.

Tome um chá das cinco, no belo salão do Alvear Palace Hotel (na Calle Alvear, 1891) o  lugar é lindíssimo, vale muito a pena.

Faça um tour, com guia, no Teatro Colón, que fica na Plaza Lavalle. Custa em torno de US$6 e tem uma hora de duração.

Não deixe ir na livraria mas tradicional de Buenos Aires a El Ateneo, que tem 4 andares de livros num prédio belíssimo que era um antigo Teatro. Fica na Calle Florida, 340.

Os Cafés de Buenos também são tradição visite os mais tradicionais o Café La Biela, em Recoleta, e fica na Calle Quintana, 598. Outro imprescindível é o Café Tortoni, na Av. de Mayo, 825 e por último não deixe de ir ao Café La Paix, o mais francês da cidade, em frente ao La Biela, na Calle Quintana, 595.

Visite a feira de artesanato em Recoleta na Plaza Alvear, e à noite, poderá escolher entre as dezenas de restaurantes, bares e casas noturnas.

Para conhecer o famoso tango de Buenos Aires não deixe de ir ao Señor Tango, que tem show para turistas e inclui jantar. Fica na Av. Vieytes, 1655. Já para conhecer casas de tango mais tradicionais, vá ao El Querandí (Calle Peru, 302) ou ao Café Homero (Calle Cabrera, 4946).

Ao final da tarde vá a Puerto Madero, para saborear, no El Mirasol del Puertover, um café ao ar livre enquanto o sol se põe e depois faça um passeio noturno nas antigas docas do Rio da Prata que hoje estão cheias de cafés e restaurantes.

Visite o Cemitério da Recoleta, onde Evita foi sepultada.

O bairro Once, na periferia de Buenos Aires, é ótimo para comprar casacos de couro.

No seu roteiro de compras passe pelas Galerías Pacífico, no Retiro, e pelo Patio Bullrich, na Recoleta.

A sorveteria mais famosa de Buenos Aires é a Freddo, passe uma tarde lá.

Pegue o Trem de la Costa, que sai da estação de Borges, no bairro de Olivos, a 12 quilômetros do centro, e vai até Tigre, uma vila charmosa a uma hora de Buenos Aires.

Ao comprar qualquer produto com o selo TAX FREE shopping o turista tem direto a receber o imposto pago que equivale a 21% do preço pago para os produtos fabricados na Argentina. Caso a etiqueta não esteja à vista vale a pena questionar a loja se a mesma é conveniada ou não.

Como proceder: Solicite o formulário Global Refund e a nota fiscal que deverá ser apresentado a autoridade aduaneira, próximo ao check-in e depois no balcão da Global Refund no primeiro andar antes de entrar para a área de embarque. É melhor deixar essas mercadorias em uma mala de mão,pois eles podem pedir para verificação de mercadorias.

Depois de passar pela imigração não será permitido voltar,por isso faça esse procedimento após o check-in mas antes de ir para a área de embarque.